Eventos
Magusto 2013 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Caro Sócio e amigo;

A Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo, informa de  que vai realizar  um  almoço seguido de um Magusto, em 2  de Novembro  de 2013 pelas  13 horas na nossa Casa de Convívio em Sobral de Baixo.

Gostaríamos de contar com a  sua presença,  seus  familiares e  amigos, pois  estamos convictos de que será mais um grande convívio entre todos os Sobralenses e amigos.

Agradecemos antecipadamente a  presença de todos, e solicitamos que as marcações sejam efectuadas impreterivelmente, até 15 de Outubro de 2013, sob pena de não se realizar o almoço, para os seguintes contactos:

  • Helder Almeida: 965444543
  • António Pedro: 966542712 ou 219215355
  • Miguel Neves:  966336728
  • Fernanda Neves: 919947295

IMPORTANTE: ESTE EVENTO SÓ SERÁ REALIZADO COM O MÍNIMO DE 30 PESSOAS.

Com as melhores saudações, ficamos a aguardar a sua presença.

Não Falte!Ao Nosso Magusto!

 
Magusto 2008 Versão para impressão Enviar por E-mail

Magusto2008

O Magusto na Aldeia do Sobral de Baixo
Realizado no dia 15/11/2008

Este artigo que aqui escrevo é principalmente para todos aqueles que por motivos particulares, não puderam estar presentes, neste alegre magusto.

Foi um dia inesquecível, não só pelo convívio, como pelos momentos maravilhosos que se passaram, com muita musica,  dança e até uma pequena peça de teatro feita propositadamente para todos os presentes, pelo grupo de escuteiros de São Sebastião da Pedreira que fizeram o favor de nos visitar através de um seu chefe e também nosso conterrâneo Sr. Manuel Fernandes.

Em primeiro lugar, foi feito um grande almoço para as 65 pessoas que estiveram presentes, entre sobralenses e amigos, a ementa para esse almoço foi constituída por sardinhas, febras, entrecosto e para recordação do que se fazia antigamente, por sugestão de um nosso conterrâneo Sr. José Ramos, fez-se uns rojões á maneira Beirã, o qual foi do agrado de praticamente todos os presentes, principalmente os mais antigos que recordaram os seus tempos de criança.

Todo este manjar foi preparado por um grupo de senhoras na cozinha e alguns homens na churrasqueira que muito se empenharam para que tudo corresse bem,
para todos esses elementos a Direcção da Liga agradece de todo o coração este seu esforço, não esquecendo todos que muito se empenharam, tenho que realçar uma pessoa, que embora não diga o nome para não desprezar todos os outros, estava e está com um grande problema no braço devido a um esforço grande que fez no seu local de trabalho andando até a fazer fisioterapia, apesar das dores esteve á altura de todos os outros, eu sei que até por vezes as lágrimas corriam pela sua face devido ao esforço, e no dia seguinte ao falar com essa senhora, tive conhecimento que ela tinha ido ao posto médico levar uma injecção devido a não aguentar as dores, para ela principalmente o meu muito e muito obrigado.

As castanhas são, essencialmente, procuradas no dia de são Martinho, a 11 de Novembro, no entanto por calhar a um dia de semana só o podemos fazer no fim de semana seguinte. Em tempos idos, eram comuns os “Magustos”, ou seja, grandes fogueiras ao ar livre, no campo, rodeadas de grupos alegres que cantam e dançam enquanto a fogueira medra e as castanhas estoiram. O vinho novo, jeropiga ou água pé, jorrava generosamente, acompanhando as castanhas assadas, pois, como diz o adágio “no dia de São Martinho vai á adega e prova o vinho”.

Para que essa fogueira fosse possível, eu e o Sr. José Simões no seu tractor, fomos buscar uma grande carrada de caruma, para que essas castanhas fossem assadas como os nossos antepassados o faziam, essa fogueira foi acompanhada com muita alegria por todos, principalmente,  pelos mais jovens que nunca tinham assistido a esta maneira de assar as castanhas.

Depois de todos se regalarem com estas castanhas muito bem assadas, fomos ao grande momento deste magnifico convívio, e que foi o seguinte:

O Sr. Aníbal nosso conterrâneo e a residir no Sobral de Cima, toca muito bem acordeão, e  ao começar a tocar gerou-se logo ali um grande momento de dança e cantares por alguns sobralenses e amigos, tendo além de outros destacar 3 pessoas, que cantaram canções dos velhos tempos da sua juventude, tendo a destacar a Srª. D. Maria Albertina com 84 anos o Sr. Armindo Simões e o Sr. Manuel da Quelha dos Covões, depois na continuação dessa festa tivemos um momento de aniversário pois o nosso conterrâneo, agora a residir em Orvalho Sr. Luís Alexandre fazia anos e por este motivo cantou-se os parabéns e depois houve um bolo e champanhe que a esposa deste senhor trouxe, de seguida a este momento também muito agradável, tivemos um pequeno teatro e também uma canção dedicada á nossa Aldeia feita pelos escuteiros de São Sebastião da Pedreira, esta canção e o teatro foi um agradecimento que os escuteiros nos quiseram prestar pela simpatia com que foram recebidos, todos nós é que agradecemos a estes jovens o terem vindo á nossa Aldeia e terem ficado encantados com as nossas tradições, para eles o nosso muito obrigado, e esperamos que futuramente nos dêem o prazer de uma nova visita.

Termino agradecendo a todos aqueles que proporcionaram um dia muito bem passado, não só com o seu trabalho como também com a sua alegria.

Bem hajam por este momento

                                                             O Presidente da LMSB

                                                           Helder dos Santos Almeida   


Lisboa, 17/11/2008
      

 


Em linha

Temos 39 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 1
Conteúdo : 54
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 212770