Assembleias
Assembleia Extraordinária PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Informamos que se irá ser realizada uma Assembleia Geral Extraordinária no dia 21 de Agosto pelas 16 horas, em Sobral de Baixo,
com a seguinte ordem detrabalhos:

1- Aprovação dos Estatutos da Liga;
2- Outros assuntos de interesse geral da LMSB.

Esperamos poder contar com presença de todos vocês!

O Presidente da Liga

Rui Branco

Secretário da Direção

(Fernanda Neves)
Pelo Presidente da Assembleia Geral
Dr. João Morgado Alves

 

 
Informação Importante PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Caros sócios,

Na sequência da reunião da Assembleia Geral, realizada em 21 de Fevereiro de 2016,  foi acordado no ponto 3    da ordem    de trabalhos, a aceitação de        propostas/alterações impreterivelmente até  30/06/2016, dos Estatutos, que se encontram disponíveis no Site da LMSB, e na Casa de Convívio de Sobral de Baixo, para serem aprovados na reunião a realizar-se a  22/08/2016, no  Sobral de  Baixo. As  propostas deveram ser enviadas á direção através do e-mail - Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Continuar...
 
Assembleia Geral 2015 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

CONVOCATÓRIA

Nos termos dos Estatutos da Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo, convoca-se a Assembleia Geral, para uma reunião extraordinária a realizar na Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, na Rua das Escolas Gerais nº.82, em Lisboa, no próximo dia 10 de Maio de 2015, pelas 14.30 horas, com a seguinte ordem de trabalhos:

1- Aprovação e/ou  alteração, dos  nomes das Ruas do Sobral de Baixo,  em conformidade com o solicitado e proposto pela Junta de Freguesia da Pampilhosa da Serra;

2- Outros assuntos de interesse da LMSB.

Se à hora marcada não estiver reunido o quorum necessário para deliberar, a Assembleia-Geral-Ordinária funcionará meia hora mais tarde com os sócios que estiverem presentes.

Atenção: Agradecemos a comparência de todos os sócios a esta reunião que é de interesse geral.

Lisboa, 20 de  Abril de 2015

O Secretário da Direcção

Fernanda Neves

 

Pelo Presidente da Assembleia Geral

Dr. João Morgado Alves

 

 
Assembleia Geral 2008 Enviar por E-mail

Realizou-se no dia 24 de Fevereiro de 2008, pelas 15:30 h, na Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, uma reunião ordinária da Assembleia-geral da Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo, presidida pelo Presidente da Assembleia-geral em exercício, Dr. João Morgado Alves, com a seguinte ordem de trabalhos:


1. Discussão e aprovação do relatório e contas do ano de 2007;
2. Eleição dos novos Corpos Gerentes para o período de 2008 a 2009;
3. Outros assuntos de interesse da Liga de Melhoramentos.

Estiveram presentes os sócios que assinaram a folha de presenças em anexo. O Presidente da Assembleia abriu a sessão começando por saudar os sócios presentes e, em seguida, deu a palavra ao Presidente da Liga, Hélder dos Santos Almeida, que iniciou a ordem de trabalhos com o ponto 1.


Ponto 1. Discussão e aprovação do relatório e contas do ano de 2007.


O Presidente da Liga fez uma apresentação sumária das contas e passou a palavra ao Tesoureiro da Liga, Dr. Jorge Miguel Martins Neves, que apresentou mais detalhadamente o relatório de contas de 2007. Depois de alguns esclarecimentos solicitados, o relatório de contas de 2007 foi aprovado por unanimidade.


Ponto 2. Eleição dos novos corpos gerentes para o período de 2008 a 2009.


O Presidente da Assembleia-geral, Dr. João Morgado Alves, começou por relembrar que, de acordo com os estatutos da Liga, todos os corpos gerentes estavam à disposição dos sócios naquele momento. Solicitou por isso que os sócios presentes apresentassem novas propostas de candidatura aos corpos gerentes da Liga para exercerem funções no corrente ano. Em seguida tomou a palavra o Presidente da Liga, Hélder dos Santos Almeida que, falando em nome da Direcção, manifestou a sua disponibilidade para exercer funções durante o ano de 2008, atendendo a que se completa agora apenas o primeiro ano em funções da actual Direcção.
O trabalho da presente Direcção foi elogiado por vários sócios que reforçaram a proposta apresentada pelo Presidente da Liga estendendo-a a todos os actuais corpos gerentes. Deste modo a lista apresentada com os novos corpos gerentes para o ano de 2008 é a seguinte:
 
Assembleia-Geral


Presidente: João Morgado Alves
1º Secretário: Carlos Alberto de Jesus Alexandre
2º Secretário: Maria das Dores Damião Pedro
Suplentes: José Maria Firmino
Fernando Neves dos Santos
Escrutinadores: Rita Isabel Martins Neves
Ana Isabel Gonçalves Fernandes

Conselho Fiscal

Presidente: Elíseo Figueiredo Alves 
Secretário: Maria Fernanda S. Neves
Relator: António Marques Fernandes Pedro
Suplentes: Armindo Fernandes Simões
 Fernando Alexandre de Almeida

Direcção

Presidente: Hélder dos Santos Almeida
Vice-presidente: António Alves Antunes
Secretário: Mónica Vanessa Simões
Tesoureiro: Jorge Miguel Martins Neves

1º Vogal: Américo dos Santos Alexandre
2º Vogal: Carlos Alberto dos Santos Neves

Suplentes: Manuel Marmelo

José Maria Simões
José Freire Alexandre
Luís Filipe dos Santos Domingues
Cristina Maria Pedro Alexandre
Rosa Maria Vicente Simões

Comissão de Festas 

 A Direcção da LMSB
 Aires Fernandes de Almeida
 Leonel Nunes de Almeida
 Hélder dos Santos Almeida
 José Maria Simões (Mordomo)
 António Alves Antunes
 Carlos Simões
 Jorge Miguel Martins Neves
 Cláudio Alves
 Mónica Vanessa Simões
 Rita Isabel Martins Neves
Esta proposta foi aprovada por unanimidade dos sócios presentes.

Ponto 3. Outros assuntos.

Neste ponto foram discutidos os seguintes assuntos:

1) Obras realizadas no ano de 2007. O Presidente da Liga fez uma breve referência ao conjunto de obras implementadas pela Liga no ano transacto, nomeadamente:
a. A colocação do telhado no palco do pátio junto à Casa de Convívio.
b. Colocação de postes metálicos de suporte e de uma rede, para sombreamento do pátio da Casa de Convívio, oferta do sócio Jorge de Almeida.
c. Prolongamento do telhado da churrasqueira, bem como construção de uma mesa de apoio.
d. Arranjo do largo em frente à Casa de Convívio, oferecido pelo sócio Aires Fernandes de Almeida, que foi cimentado e murado conservando-se as oliveiras lá existentes.
e. Arranjo de um pequeno escritório no sótão, por cima do bar da Casa de Convívio, destinado a conservar documentação da Liga, e que foi mobilado com o apoio do sócio Carlos Neves.
f. Reparação e pintura do tecto da Casa de Convívio.


2) Solicitação de apoios à Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra.
O Presidente da Liga informou a assembleia que enviou cartas à Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra a solicitar apoio para as seguintes obras:
a. Colocação de um corrimão na escada de acesso à Fonte Velha.
b. Melhoramento da parte terminal e mais íngreme do caminho pedestre do Sobral de Baixo para a Pampilhosa da Serra, conhecido localmente por “Embirrão”.
c. Colocação na zona das “Almas” de uma “boca-de-incêndio”, de água de acesso público e alcatroamento da estrada até este local.
d. Arranjo dos muros na entrada do Sobral de Baixo pela rua de baixo. A este respeito o sócio Albino Alves lamentou ter recebido uma intimação da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra para arranjar os muros dos seus terrenos que confinam com a referida rua, quando bastaria a Liga ter-lhe comunicado o problema. O Presidente da Liga esclareceu que fez o pedido à Câmara com a intenção desta fazer a reparação dos muros, uma vez que se conhecem outros casos em que tal sucedeu. Lamentou o facto e explicou que não foi intenção da Liga levar a Câmara a intimar os proprietários, uma vez que se soubesse que a Câmara não procederia aos arranjos teria tomado a iniciativa de falar pessoalmente com os referidos proprietários.
e. Arranjo das casas em ruínas na área do “Quelho” com vista a eliminar o risco de incêndios que a vegetação ali desenvolvida comporta e, também, o risco de acidentes em resultado de possíveis derrocadas. Este assunto gerou alguma discussão entre os sócios presentes com vista ao esclarecimento das duas alternativas que se colocaram:
(A) Aterro e pavimentação dos terrenos envolvidos o que implica a sua prévia doação à Câmara por parte dos proprietários, mediante o preenchimento e a assinatura de formulários próprios para o efeito. Nestas condições os terrenos passarão para o domínio público encarregando-se a Câmara do seu arranjo nos termos referidos acima. Esta hipótese foi explanada pelo sócio Américo Alexandre que referiu também o acolhimento que a hipótese teve junto da Câmara Municipal. (B) Manutenção das ruínas com eliminação das situações de risco e integração do espaço na aldeia. Esta hipótese foi colocada pelo sócio Carlos Alexandre como alternativa à eliminação simples daquele espaço, um dos poucos que ainda conserva alguma da memória patrimonial mais antiga da aldeia do Sobral. Contra esta alternativa pesa o facto de a Câmara não se disponibilizar para qualquer intervenção, alegando que as doações não têm o mesmo carácter definitivo, podendo os proprietários das casas em ruínas vir a reclamar de novo esse espaço no futuro. O Presidente e o Tesoureiro da Liga, bem como outros sócios, confirmaram esta informação e a situação de incerteza que a mesma poderia criar.
Atendendo a que vários dos proprietários das ruínas em causa até já assinaram os documentos de doação, o Presidente da Assembleia-Geral, colocou à votação se deveria haver ou não doação dos terrenos à Câmara Municipal. A doação foi aprovada com 11 votos favoráveis, 1 contra e 3 abstenções. O Presidente da Assembleia-Geral salientou contudo que o assunto devia merecer ainda alguma discussão para amadurecimento da solução preconizada pela Câmara, uma vez que depois de implementada será irreversível. Decorreu ainda alguma discussão suplementar sobre a necessidade de sensibilizar a Câmara Municipal para, dentro da contenção orçamental inevitável, adoptar soluções simples mas que contribuam para uma melhor integração daquele espaço na estrutura da aldeia, evitando que se torne apenas num logradouro cimentado. 


3) Antiga “Casa da professora”. O Presidente da Liga informou não existirem ainda propostas formais de aquisição da “Casa da professora”. Perante esta informação o Presidente da Assembleia-Geral, Dr. João Morgado Alves, formalizou uma proposta de aquisição por 5.000 euro que apresentou à Assembleia para futura apreciação.

4) O Presidente da Liga apresentou a proposta para a Liga se associar à CPCCRD através da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, à semelhança do que estão a fazer outras Ligas da região. Esta nova modalidade de associação implica um aumento de quota de 15 para 45 euros mas inclui várias contrapartidas, tais como, apoio jurídico, pagamento de 50% dos direitos de autor, entre outras. A proposta foi aprovada por unanimidade.

5) O Presidente da Liga apresentou a intenção de se promover o almoço anual da Liga a realizar em Lisboa, no armazém da firma Aires Fernandes de Almeida, Lda., que oferece o espaço. A data discutida e aceite pela Assembleia foi 18 de Maio de 2008. *

Sem outros assuntos o Presidente da Assembleia-geral deu a reunião por encerrada cerca das 18:30 h.

      Presidente da Assembleia-geral          1º Secretário da Assembleia geral  

 

            Dr. João Morgado Alves                   Carlos Alexandre

 

 

* Adenda:
Contactos posteriores à data da Assembleia-Geral permitiram acertar as condições de realização do almoço anual da Liga, tendo sido combinado que este seria oferecido na íntegra pela firma Aires Fernandes de Almeida, Lda.. Deste modo a contribuição prevista para cada sócio (10 euro) reverterá integralmente para a Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo. Por este facto mais uma vez a Direcção da Liga agradece aos sócios Sr. Aires Fernandes de Almeida e seu filho Sr. Leonel de Almeida a disponibilidade e a colaboração prestada.

 


Em linha

Temos 25 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 1
Conteúdo : 54
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 212759