Reunião da Assembleia-geral    Acta nº 37

A Assembleia-geral da Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo reuniu na casa do concelho de Pampilhosa da Serra, no dia 21 de Fevereiro de 2010, pelas 15:15 h, em sessão ordinária presidida pelo Presidente da Assembleia-geral em exercício, Dr. João Morgado Alves, com a seguinte ordem de trabalhos: +


1. Discussão e aprovação do relatório e contas do ano de 2009;
2. Eleição dos novos Corpos Gerentes para o período de 2010 a 2011;
3. Outros assuntos de interesse da LMSB.
Estiveram presentes os sócios que assinaram a folha de presenças em anexo.
O Presidente da Assembleia-Geral começou por saudar os sócios presentes e passou ao ponto 1 da ordem de trabalhos.
Ponto 1. Discussão e aprovação do relatório e contas do ano de 2009.
O Presidente da Liga, Sr. Hélder dos Santos Almeida, fez uma apresentação sumária das últimas realizações da Liga do Sobral de Baixo, com especial destaque para o parque de estacionamento construído da parte de baixo da Casa de Convívio e que contou com o apoio da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra. Passou em seguida a palavra ao Tesoureiro da Liga, Dr. Jorge Miguel Martins Neves, que apresentou mais detalhadamente o relatório de contas de 2009.
Seguiu-se a exposição do Presidente do Conselho Fiscal, Eng. Elísio Alves que, embora dando o seu parecer positivo às contas apresentadas, chamou a atenção para o desequilíbrio entre os activos disponíveis para a Liga e os atribuídos à Capela da Nossa Sr.ª da Nazaré. Por fim o Presidente da Assembleia pôs à votação o Relatório de Contas de 2009 que foi aprovado por unanimidade.
Ponto 2. Eleição dos novos corpos gerentes para o período de 2010 a 2011.
O Presidente da Assembleia-geral, Dr. João Morgado Alves, relembrou à assembleia que, de acordo com os estatutos da Liga, todos os corpos gerentes estavam demissionários naquele momento. Solicitou por isso que os sócios presentes apresentassem novas propostas de candidatura aos corpos gerentes da Liga para exercerem funções no corrente ano.
O Presidente da Liga, Hélder dos Santos Almeida, em concordância com o que já tinha manifestado publicamente por diversas ocasiões, declarou a sua indisponibilidade para o cargo a partir do corrente ano e propôs para Presidente o sócio António Marques Fernandes Pedro. Manifestou ainda a sua disponibilidade para assumir o cargo de Vice-Presidente, caso a Assembleia entendesse elegê-lo, como indicação do seu compromisso em apoiar e dar toda a ajuda necessária ao novo presidente. Apesar das tentativas de alguns sócios para persuadir o presidente cessante a recandidatar-se, este manteve-se irredutível na sua decisão. Não havendo mais nenhuma proposta, o Presidente da Assembleia pôs à votação a composição da Direcção da Liga que se apresenta mais abaixo na lista dos corpos gerentes, onde também se indica o resultado da votação.
Após a votação para a Direcção da Liga, o Tesoureiro, Dr. Jorge Miguel Neves, relembrou que o novo Presidente teria de ser autorizado pelo banco para poder movimentar a conta da Liga, que requer as assinaturas do Presidente e do Tesoureiro. Tendo ficado o Presidente cessante no cargo de Vice-Presidente, colocou-se a possibilidade da conta passar a ser movimentada por duas assinaturas em três possíveis: do Presidente, do Vice-Presidente e do Tesoureiro. Esta questão gerou alguma discussão acerca dos méritos e deméritos da alteração. O Presidente da Assembleia, Dr. João Morgado Alves, colocou à votação a referida proposta que recebeu 9 votos a favor, 5 contra e 1 abstenção. O actual Presidente do Conselho Fiscal, Eng. Elísio Figueiredo Alves, declarou o seu voto contra, manifestando ainda a sua indisponibilidade para continuar como Presidente do Conselho Fiscal naquelas condições.
Estando de imediato em causa a votação do novo Conselho Fiscal para o ano de 2010 e não havendo outras propostas para aquele órgão, o Presidente da Assembleia-geral colocou à consideração da Assembleia a possibilidade de revogação da decisão sobre a movimentação da conta da Liga. Instada a pronunciar-se a assembleia revogou a decisão anterior com 12 votos a favor e 3 contra. Para clarificar a decisão tomada o Presidente da Assembleia colocou ainda à votação a proposta de que a regra de movimentação da conta da Liga permanece como tem estado, isto é, para a sua movimentação continuam a ser necessárias as duas assinaturas simultâneas do Presidente e do Tesoureiro. Esta proposta foi aprovada com 12 votos favoráveis, 2 contra e 1 abstenção.
Encerrado o assunto da regra para a movimentação da conta, seguiu-se a votação do Conselho Fiscal e da Direcção da Assembleia-geral cujas propostas e resultados de votação estão indicados mais abaixo na lista de corpos gerentes.
Lista dos corpos gerentes aprovados para no ano de 2010:


Direcção da Assembleia-geral


Presidente: João Morgado Alves
1º Secretário: Carlos Alberto de Jesus Alexandre
2º Secretário: Maria das Dores Damião Pedro
Suplentes: José Maria Firmino
Fernando Neves dos Santos
Escrutinadores: Rita Isabel Martins Neves
 Ana Isabel Gonçalves Fernandes


Conselho Fiscal


Presidente: Elísio Figueiredo Alves 
Secretário: Mónica Vanessa Simões
Relator: José de Almeida Ramos
Suplentes: Armindo Fernandes Simões
 Albino dos Santos Alves de Almeida


Direcção


Presidente: António Marques Fernandes Pedro
Vice-presidente: Hélder dos Santos Almeida
Secretário: Maria Fernanda S. Neves
Tesoureiro: Jorge Miguel Martins Neves
1º Vogal: Américo dos Santos Alexandre
2º Vogal: Carlos Alberto dos Santos Neves
Suplentes: Manuel Marmelo
 José Maria Simões
 José Freire Alexandre
 Luís Filipe dos Santos Domingues
 Cristina Maria Pedro Alexandre
 Rosa Maria Vicente Simões


Os resultados das votações para estas propostas foram os seguintes:
Direcção da Assembleia-geral: 12 votos a favor e 3 abstenções.
Conselho Fiscal: 14 votos a favor e 1 abstenção.
Direcção: 14 votos a favor e 1 abstenção.


Ponto 3. Outros assuntos de interesse da LMSB.
Neste ponto foram discutidos os seguintes assuntos:
1) Repartição das verbas do leilão da capela entre a Liga e a Capela da Nossa Sª da Nazaré. A Secretária da Direcção, Dr.ª Maria Fernanda Neves, fez uma análise das dificuldades de realização da Festa do Sobral baseada na sua experiência, tanto como mordoma como colaboradora da Comissão de Festas. Dadas as grandes despesas com a realização da Festa e a situação confortável da parte da conta que é atribuída à Capela, propôs que se reconsidere a repartição vigente das receitas do leilão da Capela e que se distribuem em 50% para a Liga e 50% para a Capela. Salientou ainda que todas as ofertas de peditórios durante a festa devem continuar a reverter para a Capela. Perante esta proposta o Presidente da Assembleia pediu a opinião expressa de a cada sócio presente. De um modo geral, os sócios manifestaram a sua concordância com a alteração da repartição da verba em causa mas, salientaram também a necessidade de se manter a divisão da conta da Liga na parte relativa à Liga, propriamente dita, e à Capela da Nossa Sr.ª da Nazaré.
Em resultado da discussão gerada sobre a natureza destas duas verbas, o Presidente da Assembleia, Dr. João Morgado Alves, sugeriu que os futuros relatórios de contas da Liga passassem a discriminar as seguintes rubricas:
1) “Fundo de Obras da Capela”; 2) “Esmolas para a Capela”.
Em seguida colocou à votação da Assembleia as seguintes propostas:
- A conta da Liga deve separar as rubricas relativas à Capela (de preferência nos moldes sugeridos acima). Esta proposta foi aprovada por unanimidade.
- Alterar a repartição da receita do leilão da festa realizado na Capela. Proposta aprovada com 12 votos a favor e 3 abstenções.
- A receita do leilão da festa realizado na Capela deve reverter em 75% para a Liga e 25% para o Fundo de Obras da Capela. Proposta aprovada com 8 votos a favor, 6 contra e 1 abstenção.
2) Casa adquirida em frente da Casa de Convívio. O Presidente cessante da Liga fez um ponto da situação da casa que a Liga decidiu adquirir na reunião extraordinária de 18 de Outubro de 2009 e que situa em frente à Casa de Convívio. Trata-se de uma casa em ruínas e que se destina a demolir de modo a permitir o alargamento da rua de acesso à eira. Aproveitando o facto de a referida casa ainda não ter sido demolida o sócio Elísio Alves propôs que se recuperassem alguns materiais recolhidos junto de moinhos da região para reconstituir um moinho naquele espaço. A proposta foi submetida à votação tendo recolhido 3 votos a favor, 8 votos contra e 4 abstenções.
3) Almoço da Liga a realizar em 18 de Abril de 2010. O Presidente cessante da Liga propôs que a realização do almoço anual da Liga se realize no restaurante “Borges”, no Campo Grande, provavelmente a 18 de Abril de 2010. O custo previsto é de 17,5 euros mas, oportunamente, será enviada uma carta de anúncio a todos os sócios onde se indicará com mais certeza a data, ementa e preço por pessoa.
Sem outros assuntos o Presidente da Assembleia-Geral deu a reunião por encerrada cerca das 18:45 h de 21 de Fevereiro de 2010.


Presidente da Assembleia-Geral  1º Secretário da Assembleia-Geral
 Dr. João Morgado Alves Carlos Alexandre

 


 

 

Em linha

Temos 81 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 1
Conteúdo : 54
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 221084