História da Liga de Melhoramentos Versão para impressão Enviar por E-mail

 Relatório das actividades existentes desde a criação
         Da Liga de Melhoramentos do Sobral de Baixo

Outros dados da LMSB aqui 

 


A Liga de Melhoramentos do sobral de Baixo, foi fundada em 27 de Maio de 1945. Esta Liga foi criada por um grupo de sobralenses,  por  se encontrarem insatisfeitos com a qualidade de vida, que então existia nesta Aldeia. Legalizaram a Liga através dos estatutos aprovados em reunião de 28 de Outubro de 1945, entrando em vigor logo após a sua aprovação pelo Governo.

A primeira obra feita pela Liga de Melhoramentos foi a mina de captação de água, para servir toda a povoação do Sobral de Baixo, essa obra foi efectuada entre os anos de 1949 e 1955. Por dificuldades financeiras encontrou-se parada entre 1952 e 1954, ficando concluída apenas em 1955. Para a sua conclusão nesta data teve que esta Liga de recorrer a um empréstimo, em virtude da ajuda que foi pedida ao Estado estar a ser muito demorada. Depois da captação da água, foi feita a respectiva canalização directamente para um reservatório colocado ao cimo da Aldeia, desse reservatório iria a água para uns fontanários também construídos pela Liga. Foi colocado um junto á capela antiga que já não existe estando no seu lugar a nossa Casa de Convívio, e outro na chamada eira, nessa mesma eira foi também feito um bebedouro para os animais, foi também feito um lavadouro, para que a povoação da aldeia poder  lavar a roupa, uma vez que ainda não tinha sido inventada as máquinas de lavar, mas mesmo que as houvesse, devido ás dificuldades financeiras que existia nessa época, poucas ou nenhuma pessoa a poderia adquirir.

Mais tarde, se não estou enganado, entre 1958 e 1960, foi inaugurada a luz eléctrica na nossa Aldeia, servindo também a povoação de Sobral de Cima, esse melhoramento só foi possível por muita insistência nossa  junto da Câmara e da EDP, este melhoramento, como é óbvio, foi um dos momentos mais felizes para as duas povoações, tendo havido uma grande festa com muitos foguetes, infelizmente essa alegria ficou marcada mais tarde pelos piores motivos, devido ao rebentamento de um foguete nas mão de uma criança ao apanhar uma cana.

Depois deste melhoramentos, houve um período mais calmo, começando apenas entre 1982 e 1983, entre estas datas foi construída uma capela nova, em virtude da antiga se encontrar em ruínas e para e o seu arranjo ficar mais dispendioso do que fazer uma nova de raiz, essa capela foi construída na Lomba, um terreno oferecido para o efeito pelos Srs., José Alves e José Mendes, essa construção teve o contributo monetário de todos os sobralenses, mas temos que realçar um em especial que foi o do nosso conterrâneo e amigo Sr. Aires Fernandes de Almeida, este senhor além do seu contributo monetário, deu também diverso material e principalmente muito trabalho, chegando a deslocar-se de Lisboa propositadamente ficando lá ás semanas para reparar e arranjar aquilo que o empreiteiro que lá andava não estava a fazer correctamente, por este motivo este senhor praticamente concluiu a capela toda.

Por este seu gesto tão grande, além de ser colocada uma placa com o seu nome na referida capela, numa Assembleia-Geral realizada em 15/01/1984, foi proposta pelo Presidente da Assembleia O Sr. Dr. Morgado Alves, um voto de louvor, ao então Presidente da Direcção cessante o Sr. Aires Fernandes de Almeida.

Numa Assembleia-Geral realizada no ano de 1993, foi decidido que a liga iria abrir um furo para captação de água, para completar o abastecimento existente que já se encontrava com pouco caudal, para as necessidades da aldeia, devida ao aumento da população, principalmente nos meses de verão, esse furo foi feito de imediato num terreno ao cimo da aldeia.

No ano de 1994, foi comunicado pelo então Sr. Presidente da Câmara Municipal da Pampilhosa da Serra, que se encontrava em face de estudo, uma captação de água para se poder colocar água em todos os domicílios, tanto no Sobral de Baixo, como o de Cima, o que aconteceu segundo informação obtida entre 1995 e 1998.

Por último tivemos como melhoramentos, umas obras, que muito nos orgulhou, embora todas elas fossem de extrema necessidade, mas estas devido á sua grande dificuldade, teve um significado especial para todos os sobralenses, estas obras foram feitas entre 1998 e 2000 e foram elas a nossa casa de convívio, o forno comunitário e a churrasqueira. Estas obras só foram possíveis devido ao empenho muito grande de alguns sócios, principalmente o Sr. Américo dos Santos Alexandre e seu irmão Sr. José dos Santos Alexandre, este infelizmente já falecido, estes senhores muitas vezes se deslocaram propositadamente á Aldeia, para tentar resolver problemas que se deparavam para estas obras e nunca pediram nada em troca para este tão grande sacrifício, apenas o fizeram por amor e dedicação a estas tão grandes obras. Felizmente estas obras foram feitas, também com a ajuda monetária e material da Câmara e da Junta de Freguesia, e como é óbvio a comparticipação especial do sempre amigo e conterrâneo Sr. Aires Fernandes de Almeida.

Nesta nossa casa de convívio existe um bar e diversos jogos  para o lazer de todos que lá se dirigem, principalmente aos sobralenses, existe também um museu que  é o orgulho de todos, feito e oferecido pelo Sr. Carlos Simões, que é uma homenagem aos nossos antepassados.


                                           O Presidente da Liga de Melhoramentos
                                                           Do Sobral de Baixo

                                                         Helder dos Santos Almeida

DADOS SUPLEMENTARES DA HISTÓRIA DA LMSB

 

A Liga de Melhoramentos de Sobral de Baixo, foi formada no ano de 1945 até 1954 onde esteve parada até 1981 data onde um grupo de sobralenses tomou a iniciativa de arrancar novamente com a Liga, principalmente para a construção da nova capela, esses elementos que arrancaram com a liga foram eles os seguintes elementos:

Essa mesa foi composta pelos principais organizadores, a saber:

Acácio Fernandes Gonçalves
Aires Fernandes de Almeida
Manuel Barata Fernandes Marmelo

Tendo como assessores Aires Carreiras e Fernando Alexandre de Almeida

Dessa Assembleia Geral Extraordinária, realizada no dia 7 de Fevereiro de 1981, pelas 15 horas nas Escolas Gerais, foi eleita uma Direcção para a continuação da Liga que estava parada á cerca de 27 anos, esses elementos foram os seguintes:
                                             Assembleia Geral:  
Presidente: Acácio Fernandes Gonçalves
1º. Secretário: Fernando Manuel Carreiras
2º. Secretário: António Oliveira Lalanda da Silva

Suplentes:      Manuel Fernandes
                        Daniel Zuzarte
                        José Augusto Barata da Silva

Escrutinadores: Artur Nunes de Almeida
                           José Maria Alves

                                       Concelho Fiscal
Presidente:  Manuel Barata Fernandes Marmelo
Secretário:   Fernando Alexandre de Almeida
Relator:        Manuel da Silva

Suplentes:   António Marques Fernandes Pedro
                     José dos Santos Alexandre
                    Jorge Fernandes de Almeida

                                            DIRECÇÃO
Presidente:    Aires Fernandes de Almeida
Secretário:     Aires Carreiras
1º. Vogal:      Américo dos Santos Alexandre
2º. Vogal:     Manuel Joaquim Miranda Fernandes

Suplentes:   Américo de Almeida
                    Helder dos Santos Almeida
                    Armindo Simões
                    Anibal Alves dos Santos
                    José Domingos Miranda

Tesoureiro:Albino dos Santos Alves de Almeida

O Sr. Aires Fernandes de Almeida, esteve nesta nova Direcção como Presidente desde 1981 até ao ano de 1984 inclusive, tomando essa posição no ano de 1985 o Sr. Fernando Alexandre de Almeida.

 

Em linha

Temos 56 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 1
Conteúdo : 54
Favoritos web : 6
Visualizações de conteúdos : 212786